Obstinação

  • Editora: Academias de Medicina e letras da Bahia – Salvador- Bahia
  • Publicação: 1992
  • Autor: Prof. José Silveira

“Depois de 34 anos de lutas pela criação e sobrevivência do IBIT e de quase três lustros de esforços, inquietações e angustias para concretizar a edificação deste pavilhão, as emoções que experimento são tantas, tão complexas, contraditórias e antagônicas que, em verdade, preferiria, nesse instante, recolher-me ao mais profundo silêncio. Mandam, no entanto, os deveres do cargo e as responsabilidades de quem imaginou e assumiu integralmente o compromisso da execução dessa obra que, ao menos, uma palavra de explicação e de reconhecimento, eu dê ao Governo e ao Povo da Bahia, no final das contas, seus verdadeiros artífices. Nem mesmo se pode dizer que houve incompreensão ou desinteresse do Poder Publico e da Comunidade, tudo se deve, evidentemente, à incapacidade, à insignificância e quiça ao desprestigio de quem, como pigmeu, tentou realizar tarefa de gigante”.

“A Clínica das Doenças do Tórax, cujas obras e instalações principais hoje se concretizam, não é, como muitos poderiam pensar, um hospital a parte, autônomo no sentido real do termo. O que fizemos foi ampliar aquela modesta enfermaria do IBIT, que serviu durante muitos anos de núcleo inicial e de irradiação da Cirurgia Torácica, na Bahia. Se cresceu o edifício, além do que imaginarmos, foi porque se alargou o se campo de ação, que deixara os limites da tuberculose

para cuidar de todas as doenças do tórax, especialmente das que mais atingem o homem moderno e porque pretende ser também um certo universitário, com a missão complexa e superior de formar elites altamente especializadas. Na realidade, se desejou, foi criar uma casa onde se oferecesse a melhor assistência hospitalar, técnica e humanamente possível em nosso meio e, ao mesmo tempo, se organizasse um Centro de aprendizado e estudo ao alcance das novas gerações. Definidas, assim, em largos traços, a essência desta casa, suas limitações e seus talvez ambiciosos propósitos, cabe-me cumprir o mais agradável dos deveres, o de agradecer a todos que estão tornando possível a realização desse sonho. Nessa longa, tormentosa e difícil jornada, algumas portas se fecharam. Mas centenas de outras se abriram e é a estas que me quero referir, correndo embora o risco de cometer falhas e injustiças, tanta é a sua extensão, tão grande é o se número”.

Baixar Livro